Mimos, como gosto!

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Bem Vindo, Dezembro!


 
"E o outono partiu tão depressa como as folhas que caíram das árvores,
o inverno chegou e o frio abraçou a alma.
A primavera floriu o calor esquentou e já era Dezembro.
Presentes para embrulhar,
abraços para trocar e as palavras ditas
automa...ticamente.
O que você fez de diferente este ano?, me pergunta o coração.
Mais um ano se passou e o sonho ficou na gaveta.
E as palavras não ditas ficaram presas na garganta.
E o amor passou a vez e deixou a falta de fé agir novamente.
O que você fez com os dias que partiram e que não voltarão mais?
Dias perdidos, dias iludidos, cheios de vontades, mas incapazes de agirem sozinhos.
Porém a vida é paciente e dá novas chances.
Ela nos dá o hoje para ser diferente, para tentar novamente, para espantar a preguiça,
vestir a camisa e enfrentar os medos.
Mais um dia para arriscar ser feliz, independente do que digam,
independente dos abismos
e das pontes que deverão ser construídas."

(Michelle Trevisani)