Resenha : O começo de tudo, de Robyn Schneider


Livro: O começo de tudo
 Autor (a): Robyn Schneider
Editora: Novo Conceito / Gênero: YA (Jovem Adulto) 
Páginas: 288 / Ano: 2014
Skoob

      Olá queridões, tudo belezinha? Hoje a resenha que trago aqui para o blog é do livro O começo de tudo, livro de estréia da escritora Robyn Schneider, publicado pela editora Novo Conceito. Sempre tive vontade de ler esse livro por conta da capa, lembra parque de diversões, aventura, juventude, sei lá. Essa capa me fisgou hahah, por isso resolvi ler esse livro. Ele me foi indicado por uma amiga, que tinha gostado muito, mas eu não tinha lido nenhuma sinopse nem resenha antes de lê-lo. E devo mencionar que gostei demais dessa leitura! Gostei mesmo. 


       Bom, vamos conhecer o protagonista? Seu nome é Ezra Faulkner e ele acredita que todo mundo, um dia na vida, viverá seu dia de tragédia. Todo mundo. Isso é inevitável. Algo vai acontecer na sua vida que vai transformar drasticamente os seus dias. Estamos todos fadados a isso. Veja Toby, um garoto que era seu amigo: seu dia de tragédia foi quando andando em uma montanha russa no parque da Wall Disney, um garoto levanta a cabeça nos bancos da frente (mesmo que tenha sido advertido para não levantar durante o percurso) e tem sua cabeça decepada ao entrar em um túnel. A cabeça do garoto cai no colo de Toby acidentalmente e isso vai mudar sua vida pra sempre. Além de ser o cara mais zoado da história, Toby ficou com um trauma pra lá de estranho, e se afastaram dele.


Ainda acho que a vida - independentemente do quão comum seja - de qualquer pessoa tem um ponto trágico e único, depois do qual tudo que é realmente importante vai acontecer. Esse momento representa o catalisador, o primeiro passo da equação. Mas, conhece-lo não leva a nada, pois o resultado é determinado por aquilo que vem depois. 


      Assim como Toby, a grande tragédia também aconteceu a Ezra. Depois de um acidente de carro seu joelho ficou em frangalhos. Ezra nunca mais voltará a jogar tênis, o esporte que mais ama. E vai depender de uma bengala, pois agora manca. E é inacraditável que esse acidente tenha acontecido justamente por conta de uma briga com sua namorada. Ex namorada. Que seja. Ezra está totalmente modificado e vai precisar aprender a conviver consigo mesmo agora. Com uma parte que manca.


      Esse acontecimento abala muito Ezra, mas em compensação lhe trás algumas vitórias: já que seu grupinho no colégio era do pessoal mais popular e que estava envolvido com algum esporte, Ezra de repente se vê deslocado. Fora que ficar encarando sua ex Charlotte com quem está firme em um namoro com outro cara da turma não é o que Ezra imagina como cenário ideal. Então volta a se aproximar da galera nerd, e Toby pertence a essa galera. Um de seus melhores amigos, que deixou na mão por motivos poucos. E agora também faz parte dessa turma uma garota misteriosa, chamada Cassidy. Ela é linda, mas cheira encrenca. Ezra já foi alertado que a garota adora destruir corações. Mas Ezra já está bastante destruído mesmo, então não vai fazer diferença. Resolve se aproximar. E os dois começam a partilhar suas vidas, seus medos, seus traumas. Pelo menos é o que Ezra acredita, pelo menos é o que ele demonstra passar. Agora Cassidy já é outra história. Parece que ela está sempre tentando se encapsular em si mesma, se escondendo de algum sentimento que não foi legal. Ezra está disposto a lutar por Cassidy, mas será que ela está disposta a lutar por si mesma?


Oscar Wilde disse certa vez que viver é a coisa mais rara do mundo, porque a maioria das pessoas apenas existe, e isso é tudo. Não sei se ele tem razão, mas sei que passei um longo tempo existindo, e, agora, eu pretendo viver.

      Gente, esse livro foi muito fofinho. Eu adorei o personagem do Ezra, um garoto super comum, mas que nossa, eu queria muito que fosse o meu melhor amigo. Ele sabe que errou com alguns de seus amigos, e procura sempre concertar os erros. Ele é sentimental e muito focado, e seu acidente ao invés de impedi-lo de viver acaba por transformá-lo em uma pessoa melhor. Eu simplesmente odiei o personagem de Charlotte a ex de Ezra, fiquei com vontade de dar um soco na cara dela, em vários trechos haha. Gostei muito de Toby, um amigo que tinha ficado no passado, mas que prova que amigo que é amigo sempre tem um espaço na vida da gente e ele se mostrou necessário e prestativo para a nova fase que Ezra precisava passar. Gostei muito de Cassidy também, mas acho que ela precisava muito de ajuda e lendo o livro vocês vão entender o que estou dizendo. Ela se prendeu a um problema que aconteceu em sua vida e deixou que ele tomasse seus dias, a sufocando. Ninguém deveria viver sufocado pelos problemas assim. Mas é disso que o livro nos fala: de uma forma bastante delicada e tenra, nos alerta para os problemas que inevitavelmente vão acontecer a nossa volta, durante toda a vida. E para viver, infelizmente vamos precisar saber administrar dentro da gente esses problemas. E eles acontecem, depois dão um tempo, e então acontecem novamente. É uma sucessão de acontecimentos. E precisamos preparar o coração para eles. Um livro que fala de amizade e recomeços, de amores improváveis que nos ajudam a seguir em frente, de leveza que pode ser encontrada em um simples boneco de neve de folhas (inusitado, mas que graça teria se tudo fosse como manda o figurino?). Um livro muito bem escrito, que me prendeu do começo ao fim e que mereceu minhas cinco estrelas. 


O mundo quebra todo mundo, e, posteriormente, alguns ficam mais fortes nos lugares quebrados. 

Sinopse:
O garoto de ouro Ezra Faulkner acredita que todo mundo tem uma tragédia esperando ali na esquina - um encontro fatal depois do qual tudo o que realmente importa vai acontecer. Sua tragédia particular esperou até que ele estivesse preparado para perder tudo de uma vez: em uma noite espetacular, um motorista imprudente acabou com a perna de Ezra, com sua carreira no esporte e com sua vida social.
Depois que perdeu o favoritismo ao posto de rei do baile, Ezra agora almoça na mesa dos losers, onde conhece Cassidy Thorpe. Cassidy é diferente de qualquer pessoa que Ezra tenha encontrado antes - melancólica e com uma inteligência mordaz.
Juntos, Ezra e Cassidy descobrem flash mobs, tesouros enterrados e um poodle que talvez seja a reencarnação do Grande Gatsby. À medida que Ezra mergulha nos novos estudos, nas novas amizades e no novo amor, aprende que algumas pessoas, assim como os livros, são difíceis de interpretar. Agora, ele precisa considerar: se uma tragédia já o atingiu, o que poderá acontecer se houver mais infortúnios?
O Começo de Tudo é um livro poético, inteligente e de cortar o coração sobre a dificuldade de ser o que as pessoas esperam, e sobre começos que podem nascer de finais trágicos.




:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário