Resenha : Um verão para recomeçar, de Morgan Matson


Livro: Um verão para recomeçar
 Autor (a): Morgan Matson
Editora: Novo Conceito / Gênero: Romance
Páginas: 352 / Ano: 2017
Skoob

        Oi gente! Tudo bem com vocês? Hoje a resenha que trago é do livro lançamento da editora Novo Conceito “Um verão para recomeçar” da escritora Morgan Matson. Este é o primeiro livro que leio dela, e nem preciso dizer que já logo que vi essa capa me apaixonei né? As cores que usaram são lindas e toda vez que eu pegava esse livro pra ler ficava me imaginando na beira desse lago, aproveitando o entardecer.


        É um livro que não te deixa muito no suspense no inicio, pois você já sabe que vai encontrar um grande drama pela frente: a doença do pai de Taylor. Ele está com câncer terminal, os médicos já o alertaram que tem poucos dias de vida pela frente. E como a família sempre esteve muito ocupada com os afazeres do dia a dia resolve passar os últimos dias do pai na casa do lago onde geralmente passavam os verões.

        Taylor está destruída com a situação de seu pai. Sua mãe e seus dois irmãos também. Mas juntos vão tentar passar o melhor dos poucos dias que restam a ele, com o intuito de guardarem na memória estes últimos momentos juntos. Mas outra questão incomoda Taylor. Faz cinco anos que ela pisou a última vez na sua casa de verão, depois a casa foi alugada por um longo período e agora estão de volta. E quanto Taylor partiu deixou alguns assuntos inacabados: uma amizade com a Lucy que era sua melhor amiga desmanchada e um romance adolescente com Henry em suspenso. Na verdade Taylor fugiu de Henry, sem se preocupar em dar qualquer explicação. É que Taylor não teve coragem de contar o motivo pelo qual estava indo embora e parece que agora vai precisar enfrentar esses assuntos de frente. Por que em todo lugar que Taylor se mete a aparecer: seja no deque do lago, seja na padaria, até no meio do mato, acaba por topar com Henry e seus olhos enigmáticos e acusadores. Henry parece não ter esquecido como terminaram as coisas entre eles e ele não vai facilitar as coisas. Mas será que Taylor está disposta a reconstruir algo? Será que ela tem motivação para pensar em outra coisa a não ser na situação na qual seu pai se encontra?


Enquanto conversávamos, lembrei por que sempre fomos tão bons amigos nas infância. Era como ele me ouvia falar, como não ficava simplesmente esperando para contar sua história. Era como ele sempre media as palavras e sempre respondia com ponderações. E, sempre que ele ria, sua risada parecia sincera.


        Apesar de ser um livro que sugere um tema bem pesado, achei a leitura bastante leve. Há sim a questão da doença do pai de Taylor, mas o livro gira mais em torno de um crescimento pessoal e amadurecimento da personagem principal que é a Taylor. Há a questão do assunto inacabado com seu antigo namorado Henry, há o reencontro com sua antiga amiga Lucy, que também ficou bastante magoada quando Taylor foi embora na primeira vez, há o pai de Taylor que apesar de muito doente não quer ver os filhos empoleirados ali nas suas pernas esperando que sua morte chegue. O pai arruma um passatempo pra todo mundo, porque dá a impressão de que ele só irá morrer em paz se souber que estão todos bem e tocando a vida. Achei essa vertente bastante legal. Os irmãos da Taylor são personagens bem construídos. O irmão de Taylor tem dificuldade com relacionamentos já que é um nerd de carteirinha e não sabe como chamar uma garota para sair e a irmã de Taylor também tem dificuldade de conquistar novas amizades. É um livro com uma importante mensagem, muito bem escrito, divertido, dramático, esperançoso e libertador. 

        Não é uma história que vai mudar sua vida para sempre, mas traz uma mensagem gostosa e simples, como a vida deve ser. O romance entre Taylor e Henry também é um ponto relevante, que te faz torcer para que os mal entendidos sejam solucionados. Um livro bem amorzinho, que eu recomendo, para quem quer uma leitura que mesmo dramática é leve. 


Tudo mudara. Ou, para ser mais precisa, tudo iria mudar. Mas nada havia mudado ainda. Por isso as condolênscias eram artificiais - como se as pessoas estivessem dizendo que sentiam muito pelo incêndio na minha casa, quando ela estava intacta, mas com uma brasa acesa queimando por perto, à espreita. 


Sinopse:
Taylor Edwards nunca se sentiu importante, muito menos alguém que se destaca.
Além disso, ela tem a estranha mania de fugir quando as coisas ficam meio complicadas. No dia do seu aniversário, Taylor recebe uma terrível notícia: o pai dela está muito doente. Ela até tenta fugir novamente, mas agora sua família precisa de toda ajuda e união possível.
Então eles tomam a seguinte decisão: passar o verão juntos na casa do lago.
Taylor não vai à casa do lago, onde ela e a família passavam o verão, desde que tinha doze anos, e ela definitivamente nunca planejou voltar. No lago Phoenix, ela reencontra sua ex- melhor amiga, Lucy, e Henry Crosby, sua primeira paixão.
De repente, Taylor se vê cercada por lembranças que preferia ter deixado no passado. Apesar do medo e de querer fugir mais do que tudo, a única coisa que resta a ela é ficar com seu pai e enfrentar os dias da melhor maneira possível.
Nesse verão em família, vivendo momentos tristes e felizes ao mesmo tempo, Taylor percebe que ela tem uma segunda chance de refazer laços familiares e até, quem sabe, poder viver um grande amor.
Um verão para recomeçar é um notável romance sobre esperança, amor e superação.
:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário